seminario-2014

 mai/2012, 2013 e 2014       Teatro Municipal Laércio Ventura      Escolha a Edição para Ver as Fotos: I, II, III

Realizado nos dias 30 e 31 de maio no Teatro Municipal de Nova Friburgo, a terceira edição do Seminário Serrano de Economia Criativa foi um evento de ordem internacional que abarcou a temática da Economia Criativa.
Entre as diversas atrações, contamos com a presença do arquiteto holandês Sander Troost, coordenador do projeto “Arena da Amazônia” e “Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha” (Copa 2014). Além disso, é gerente do projeto “Centro Olímpico de Esporte Aquáticos” e “Centro Olímpico de Tênis” (Olimpíadas 2016).
Outra presença ilustre foi a da designer Angela Carvalho, a brasileira que conquistou significativo reconhecimento internacional. Tal notoriedade levou Angela a participar do júri do “Oscar do Design” em três oportunidades (Prêmio IF Design Hannover – Alemanha).
Vale também destacar a presença do holandês Evert Verhagen e seu revolucionário projeto “Cidades Criativas”, tornando um espaço público deteriorado em uma das maiores referências culturais de toda Europa (Cultura Parque Westergasfabriek em Amsterdã). Em sua segunda passagem pelo Seminário, Evert desenvolveu junto a representantes locais um planejamento estratégico para melhor aproveitamento de locais públicos subaproveitados.
Não menos importante, podemos destacar também: a renomada holandesa Marijke de Valck (Festival de Cinema); Marta Reis (designer de moda, ex- diretora de criação Blue Man); Alexandre Agra (ex-produtor TV Globo, E & M do Brasil, Som Livre, Universal Music, Sony Music e Warner Music); Clélia Bessa (ex-produtora Multishow e GNT); Heliana Marinho (Coordenadora de Desenvolvimento da Economia Criativa SEBRAE/RJ); Joana Neves (Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro); Geraldo Prado (fundador da mais importante biblioteca comunitária do Brasil).
Estima-se que Nova Friburgo recebeu, durante o evento, visitantes de todo o Brasil. O público estimado foi de 500 pessoas aproximadamente, entre empresários, estudantes, empreendedores culturais, gestores públicos, agentes econômicos e sociais, produtores audiovisuais, designers, arquitetos e urbanistas.

A segunda edição do Seminário Serrano de Economia Criativa aconteceu em Nova Friburgo nos dias 23 e 24 de Maio no Teatro Municipal Laercio Ventura. Inovação e Design são os temas centrais do encontro que vai mostrar maneiras diferentes de abrir caminhos e encontrar soluções para problemas urbanos.
Um dos objetivos do evento foi promover reflexão acerca dos conceitos de inovação, criatividade, reestruturação urbana e articulação de redes colaborativas que proporcionem atração de investimentos e melhoria da competitividade para abertura de novos mercados e desenvolvimento econômico.
Durante o evento foram realizados quatro painéis: “inovação e os caminhos do desenvolvimento”, “caminhos da inovação para construção de territórios criativos”, “Design – novos paradigmas para negócios tradicionais” e “articulação de arranjos para desenvolvimento regional”. Neles foram apresentadas experiências mundiais do cenário da Economia Criativa e também casos e experiências de sucesso em aplicação de design, urbanismo e aplicação de inovação em processos organizacionais, bem como trazer informações sobre parâmetros para atração de investimentos, fundos setoriais e redes colaborativas.
O Seminário contou com palestrantes internacionais, o qual recebeu pessoas de todo o Brasil. O público estimado foi de 500 pessoas aproximadamente, entre empresários, estudantes, empreendedores culturais, gestores públicos, agentes econômicos e sociais, arquitetos e urbanistas.

A primeira edição do Seminário Serrano de Economia Criativa aconteceu nos dias 10, 11 e 12 de Maio de 2012, no Teatro Municipal de Nova Friburgo.
Consistiu em 2 dias de palestras, com um público de 400 pessoas e 1 dia de oficinas de negócios no Hotel Dominguez Plaza.
Seu público-alvo foi empreendedores da Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro que já atuam, ou pretendem transformar suas ideias em negócios, nos segmentos de Moda, Audiovisual, Música, Turismo, Gastronomia, Eventos, Publicidade, e Entretenimento.